domingo, 18 de fevereiro de 2018

SOLUÇÃO

SOLUÇÃO Subiu em uma árvore, ficou pensativo por alguns instantes,não desistiu. Se jogou. Encontrou na morte, a solução para o absurdo.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

CARNAVAIS

CARNAVAIS E lá se foram tantos carnavais, que o meu coração está repleto de plumas e paetês, e no compasso desse samba enredo, cantei pelas avenidas, o sonho de um desvairado arlequim, que somos, vesti as fantasias, e num bloco qualquer, desfilei os meus desejos, e sonhei.

sábado, 3 de fevereiro de 2018

SUSTO

SUSTO Um pingo de chuva aproveitando do vão do meu telhado, caiu na minha testa, acordei assustado pensando que fosse uma bala perdida. Girvany de Morais 03/02/2018

VIAGEM

VIAGEM Eu, quase sonâmbulo, olhando a noite, pela fresta da janela, talvez procurando objetos voadores não identificados, talvez procurando nada. Vejo uma estrela sozinha, e enterneço com a sua solidão, quero abraçá-la, bobagem, é tão longe! Veio o sono, mergulho na profunda e recôndita escuridão, viajo galáxias. Girvany de Morais 03/02/2108

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

ZUMBIS

ZUMBIS Odeio o silêncio dos alienados não gritam, não protestam, se calam. Esperam que tudo caia do céu, a rogar nos altares, a intervenção divina. Vis, vêem tudo e desviam os olhares, ante a qualquer injustiça, aceitam a sua condição, como obra do acaso, se entregam ao primeiro boçal, o rumo das suas vidas, pobres diabos, zumbis!

VADE RETRO SATANÁS

VADE RETRO SATANÁS _Torturei, sim. Arrependo de não ter matado todos eles, gente ordinária! Naquele tempo que era bom, a gente resolvia tudo no cacete, no pau-de-arara, era só neguinho falar em revolução que o pau comia. Hoje não, é uma esculhambação só, tremo só de ouvir falar nessa tal de democracia, de direitos humanos, que nojo! Girvany de Morais 30/01/2108 VADE

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

BEM VINDA

BEM VINDA A esperança bateu na minha porta, e como sou teimoso, deixei que ela entrasse, me deu um abraço fraterno, bebeu o meu café, depois foi bater em outras portas