sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

SEM LIMITES

Eu não quero ter razão
quero ser a anti-razão.
Eu qquero é perder o juízo,
fazer de a minha doce loucura,
sair do óbvio,
do sensato,
do lugar comum,
burlar todas as normas,
regras e conceitos.
Não importa:
eu quero mais é viver esse amor,
voraz e sem limites.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

SOLTANDO OS CACHORROS

Hoje eu estou pê da vida,
com vontade de mandar o primeiro chato
tomar naquele lugar.
Por isso não me amole,
senão eu encho sua cara de porrada.