quarta-feira, 21 de junho de 2017

ALÍVIO



Acordou do sono profundo em que estava, acendeu a luz, olhou ao seu redor e tudo estava tão confuso, caótico. Acendeu um cigarro e depois de algumas tragadas, encostou em  um cinzeiro, abriu a janela e sentiu o sol  bater em seu rosto, sentiu um pouco de paz, como se algo o aliviasse  daquele estado de sonambulismo. Então colocou no toca disco A primavera das Quatro Estações de Vivaldi.

Nenhum comentário: