domingo, 30 de julho de 2017

BEIJO DE DESPEDIDA
Depois de beber o café, beijou os filhos e a mulher, sem a certeza de que voltaria a revê-los. Verificou se de fato tinha colocado a marmita na a mochila e de novo olhou para os seus, já saudoso. Chegando ao trabalho, ainda sonolento, cumprimentou a todos, como de costume. Começando o expediente, subiu no andaime bem alto, sentiu vertigem despencando lá de cima, atrapalhando o trânsito, cujos motoristas insensíveis à tragédia berravam nomes feios,
A viúva ao
s berros, o envolvia em seus braços, dizia ser fiel até os últimos dias, terminou ali na contramão, mais uma linda historia de amor.


Nenhum comentário: