quarta-feira, 30 de agosto de 2017

CELEBRAÇÃO

CELEBRAÇÃO

Celebrarei a morte dos imbecis,
nos velórios,  cantarei hinos de louvor
tocarei harpas nos cortejos,
farei uma revoada de borboletas,
quando sepultados.
E em pleno gozo,
 voarei,voarei, em êxtase direi:
óh! sublime vitória!




terça-feira, 29 de agosto de 2017

SER MENINO




SER MENINO



Deixe voar, menino,
a reboque do vento,
a magia de ser criança.
Não se preocupe com o tempo,
o seu tempo agora é voar,
então voe menino, mesmo que não tenha asas,
você pode, ser menino é voar!!


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

PERDIDO DE AMOR


PERDIDO DE AMOR
E me amou daquela  maneira que só ele sabe amar. E me abraçou daquele jeito que só ele sabe abraçar, me fez cafuné, mordeu minha orelha, disse coisas amáveis no meu ouvido. Me deu um beijo de despedida e eu  fiquei morrendo de amor.


sábado, 19 de agosto de 2017

CELEBRIDADE


CELEBRIDADE
E dançou de forma descompassada e sem ritmo. Falou coisas  imbecis e desconexas. Mostrou o seu corpo de forma obscena e fez outras bizarrices, depois de achar o bastante, publicou em uma rede social. Virou celebridade.


DESCANSO

Assentou cansada,
e no silêncio de suas divagações
acendeu um cigarro, com um olhar  perdido no tempo,
deu um tragada,

e  descansou  o seu fardo.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

ESCAPE

ESCAPE
Perdi o sono,
o que posso fazer nesse dia que tem apenas
dezenove minutos?
Ler um livro, esperar que alguém bata  em minha porta,
e me  convida para fazer amor casual?
Nada disso acontece, eu apenas espero que o sono
chegue,
talvez amanheça sem que o sono chegue,
então ouvirei o galo,
na sua provinciana e metódica função,
de cantar despertando aqueles que vão
ganhar o seu pão de cada dia.
Então faço versos, não como solução,
mas por necessidade visceral.






AOS AMIGOS AUSENTES

AOS AMIGOS AUSENTES
Sinto enorme falta de vocês, meus camaradas
às vezes olho a rua, na esperança,
que apareçam, 
inútil,
estão desaparecidos , e muito me dói a incerteza,
Se vivos ou mortos, mas onde?
Em que vala comum, se encontram?
Em que cova rasa, se encontram?
Tantos sonhos,
perdidos nos subterrâneos,
então seguirei por aqui meus camaradas,
e tenho a certeza que nada foi em vão,
o sonho ainda não acabou,
apenas adormece,
e quando acordar, virá como a estrela
na noite escura a clarear nossos caminhos,
nossa liberdade.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

MEU CORAÇÃO

MEU CORAÇÃO
Meu coração é um barco naufragado,
mar revolto, tempestade de querer,
ilha deserta, argonauta em busca de desejos,
semeia sonhos, às vezes colhe desassossego.
A! coração timoneiro leviano,
sossegue suas marés,
quero porto seguro
calmaria.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

ÓRFÃOS

ÓRFÃOS
Estamos todo órfãos nessa segunda-feira,
o ranço da aguardente domingueira,
se esvaiu pelos poros,
e eu tenho que chorar com os iguais,
nessa segunda-feira,
cuja realidade chega com o amanhecer.